Reservas : (11) 2367.6953 / 99784.5678 /95757.6578

Sobrou Peru? Que tal fazer uma pizza com as sobras de Peru?

Receita de Pizza Natalina (Sobras de Peru)

pizza peru

A Ceia de Natal foi maravilhosa e saborosa mas o que fazer com as sobras de Peru, esta cansado de fazer sanduiche de peru ? E que tal uma pizza de peru com catupiry e milho, você pode fazer a massa de pizza ou usar uma base de pizza pronta.

 

Massa (Rende dois discos):

250 g de farinha de trigo

1 colher de sopa de margarina

1 ovo

1 colher de café de sal

2 colheres de café de açúcar

15 g de fermento biológico fresco

Leite (suficiente para dar o ponto)

 

Preparo Massa:

Em uma vasilha grande coloque a farinha peneirada e misture o sal. Depois abra um buraco no meio e coloque o ovo e margarina, misture bem e aos pouco vá jogando a farinha que esta ao redor dentro da mistura. Derreta o fermento e o açúcar em 50 ml de leite morno de em seguida acrescente a massa, misture bem e ao poucos acrescente o leite na temperatura ambiente até obter uma massa homogênea. Faça uma bola cubra com papel filme e deixe descansar até dobrar e tamanho (média de 30 min). Divida a massa em duas partes e abra cada uma delas em um superfície enfarinhada. Leve a massa para pré assar por 15 minutos ou até a massa dourar em baixa, faça pequenos furos com o garfo para que a massa não crie bolhas.

 

Recheio (1 pizza)

 

3 xícaras de sobras de peru desfiado

1 tomate sem sementes picado em cubos

½ xícara de cebola picada em cubos

2 colheres de sopa de azeite

1 dente de alho picado

4 colheres de sopa e molho de tomate

200gr de catupiry

1 lata de milho

Orégano

Sal e tempero a gosto

 

Preparo:

Em uma panela aqueça o azeite e doure o alho e a cebola, acrescente o tomate e o peru desfiado. Tempere com sal e pimenta do reino. Reserve e espere esfriar para a montar a pizza.

 

Montagem:

Com o disco da pizza aberto, cubra com o molho de tomate, espalhe o recheio e peru, cubra com o catupiry e acrescente o milho. Leve ao forno por 20 minutos e salpique orégano antes de servir.

 

 

Qual a melhor forma de aquecer pedaços de pizza?

Qual a melhor forma de aquecer pedaços de pizza?

 Com a preparação para festas pedir uma pizza sempre é perfeito para aquela ocasião que falta tempo e sobra fome e algumas vezes sobram pedaços e a melhor forma de guarda-los é na geladeira, separados e com um papel toalha embaixo para absorver a umidade e não deixar a pizza molenga. Já para reaquecer pedaços de pizza cada pessoa tem a sua técnica preferida e separemos algumas para você:

 

pizza22-e1354305172221

 

Microondas: A maneira mais rápida para se aquecer qualquer alimento mas no caso da pizza ela fica um pouco borrachuda perde um um pouco de sabor.

 

Forno convencional: Deixa pizza com a mesma textura mas o tempo é maior em média 15 a 20 minutos e as vezes para esquentar apenas um pedaço de pizza o gasto de gás e tempo não é viável.

 

109961729_1GGForno Elétrico: É uma boa opção em termos de tempo e deixa a pizza como “nova”, o cuidado é para não queimar a pizza pois ele aquece muito rápido.

 

 

261213_pizza_g

Grill Elétrico: Com o grill aberto é uma boa de aquecer a pizza mas funciona melhor para pizza com pouco recheios, as vezes algumas partes do recheio ficam frias.

 

pizza frigideira

Frigideira: A frigideira acontece o mesmo que no grill elétrico mas a solução é colocar uma tampa para manter o calor e usar um fogo médio para baixo, a pizza fica crocante e saborosa.

Receita de Pão de Calabresa da Donatella Eventos

Receita de Pão de Calabresa

 

A Donatella vai dar de presente de Natal a sua receita de pão de calabresa para você fazer na sua festa como uma opção de entrada para seus convidados.

_pao-calabresa

Ingredientes:

Massa

3 unidade(s) de ovo

3 copo(s) de Água

1/2 copo(s) de Óleo de soja

1 colher(es) (sopa) de sal

1 colher(es) (sopa) de açúcar

1 kg de farinha de trigo

2 colher(es) (sopa) de fermento biológico em pó

Recheio

500 gr de linguiça calabresa defumada picada(s)

1 unidade(s) de cebola picada(s)

quanto baste de Óleo de soja

 

Preparo: 

 

Recheio

  1. Frite a lingüiça calabresa e a cebola picada no óleo. Reserve.

Massa

  1. Coloque no liqüidificador os ovos, a água, o óleo,o sal e o açúcar.
  2. Bata bem.
  3. Numa tigela, misture a farinha com o fermento.
  4. Junte o líquido batido e misture até obter uma massa homogênea.
  5. Misture o recheio morno à massa.
  6. Distribua a massa em 3 fôrmas de bolo inglês, untadas e polvilhadas com farinha de trigo.
  7. Deixe crescer e, depois, asse em forno médio, pré-aquecido, por cerca de 30 minutos.

Confira as dicas pra organizar sua festa de Natal

Brasileiro tem fama de deixar sempre tudo para a última hora como a organização da Festa de Natal, pensando nisso a Donatella Eventos organizou algumas dicas pra facilitar o planejamento para que a sua Festa de Natal seja um sucesso:

Simple Christmas Traditions

  • Os convites de última hora com menos de 15 dias de antecedência devem ser feitos pessoalmente ou por telefone e a confirmação deve ser se possível na mesma hora;
  • Faça uma lista dos convidados, com ela em mãos fica mais fácil organizar o cardápio, as quantidades de comida e bebida necessárias e uma previsão de gastos;
  • Cada família decide se o anfitrião é responsável pelos gastos, se há um rateio entre os convidados ou se cada membro da família leva uma parte do cardápio;
  • No cardápio em geral são sempre muitas opções de pratos principais como: Peru, Pernil, Carnes mas é importante lembrar de incluir entradas para degustar antes da Ceia de Natal e pelo menos uma opção de salada de folha, caso o cardápio seja responsabilidade de todos os envolvidos é importante uma comunicação entre os convidados para haver uma harmonização dos pratos;
  • As compras de comidas, bebidas e presentes ficam mais fácil se organizadas em listas e um valor máximo para cada uma delas e dessa forma o orçamento não fica comprometido;
  • Na decoração do Natal podem ser utilizados flores, frutas secas, velas e muitos laços, uma boa opção é usar bolas antigas de natal dentro de vasos de vidro;
  • No dia da festa divida a organização com os entes da família para não ficar sobrecarregado e deixar de se divertir com a festa, a divisão pode ser por etapas, compras, decoração, cardápio e etc;
  • A troca de presente precisa ser definida já no convite aos convidados em casos de amigo secreto;
  • Atividades para as crianças devem ser pensadas como brincadeiras, espaço para colorir desenhos, sessão de filmes e brinquedos. Mas é importante elas participarem da confraternização para entenderem o espírito natalino.

Como organizar um festa de fim de ano na empresa

Como organizar um festa corporativa

 

foto brinde

Organização: As primeiras decisões são sobre a data escolhida e qual o orçamento disponível, muitas empresas optam por primeiro fazer orçamentos e depois definir dessa forma fica mais complicado definir o cardápio e local.

Tema: O tema escolhido a deve ser simples pois ele define a decoração e as roupas dos convidados, fazer uma festa a fantasia é uma ideia divertida mas não deve ser obrigatório e deve ser avisada com antecedência para as pessoas se organizarem.

Local: O local deve ser de fácil acesso a todos, ter espaço para que as pessoas possam circular livremente e ser seguro. Muitas empresas optam por fazer na própria empresa, é importante que exista um espaço como uma sala de reunião pois quando a festa acontece entre as mesas ou baias dos funcionários além de ficar “apertado” alguns funcionários precisam trabalhar para resolver um problema e acontece uma situação de conflito.

Fornecedores: Pesquisar é a palavra chave, busque indicações de fornecedores por exemplo de buffets entre os próprios funcionários. Cuidado com orçamentos muito baratos, pois a qualidade pode ficar a desejar e comprometer todo o evento.

Cardápio: As comidas e bebidas devem ser escolhidas de acordo com o tema e com o perfil dos convidados, fazer uma breve pesquisa é necessário. Por exemplo fazer uma festa com comida japonesa e a maioria da empresa não come esse tipo de comida. A quantidade de comida e bebida deixe a cargo dos fornecedores de acordo com o número de pessoas, pois eles já tem uma previsão mais acertiva.

Atração: Entreter as pessoas é parte fundamental para a festa ser agradável a todos, as opções podem ser um DJ, música ao vivo ou uma boa playlist. Atividades como brincadeiras são bem vindas, desde que não sejam obrigatórias ou não constranjam os convidados.

Conheça os diferentes tipos de amigos secretos

Conheça os diferentes tipos de amigos secretos

_presente

 

O mês de Dezembro é o mês mais festivo do ano, são festas de confraternização corporativas, almoços e jantares com amigos, Ceia e Almoço de Natal e Ceia Almoço de Ano Novo entre muitas outras e a brincadeira quase unânime é o amigo secreto que define a essência dessa época que é festejar e presentear pessoas queridas. Atualmente existem muitas variações dessa brincadeira e algumas delas podem ser elaboradas sem sorteios antecipados.

Amigo Secreto Ladrão: A brincadeira é divertida pois foge do óbvio, os participantes compram presentes diversos mas o sorteio só é feito na hora da troca de presentes, todos os presentes ficam na mesa e é sorteado apenas a ordem em que as pessoas escolhem um presente para si e abrem, a partir do segundo participantes ele pode escolher entre o presente da mesa ou roubar um presente de algum participante, o grupo define quantas vezes um mesmo presente pode ser roubado e quem iniciou a brincadeira termina escolhendo se permanece com o presente que escolheu da mesa ou se rouba algum de outro participante.

Amigo Secreto Eletrônico: Este é para um grupo de pessoas que amam gadgets em geral e não vivem sem seus dispositivos eletrônicos, na hora do sorteio além do nome a pessoa escreve um ou dois aparelhos que possui e as configurações principais, dessa forma o amigo que tirar a pessoa saberá que tipos de acessórios pode presenteá-lo como: capinhas, carregadores, fones entre outros

Amigo-Animal: A graça esta na hora da troca dos presentes pois ninguém saberá quem tirou até aquele momento. Primeiro são elaborados vários papeis com nomes de animais na mesma quantidade de participantes, cada participante escolhe um animal depois devolve o papel para o sorteio, cada pessoa terá apenas o nome de um animal e através ou de uma caixinha onde cada um pode se identificar como um determinado animal e deixar dicas do que quer ganhar ou essas dicas podem ser passadas anonimamente por WhatsApp ou Facebook. No momento da entrega são descritas as características de animais o que torna engraçada a brincadeira.

Amigo Secreto Temático: Os participantes definem um tema de presentes que pode ser também brinquedos, objetos de um filme ou o habitual amigo chocolate. O importante é que o grupo se identifique com tema porque pode ser o tema da festa como: Hollywood, Disney ou algum país.

Amigo (O) culto: Essa brincadeira é perfeita para os amantes da leitura, cada participante leva um livro embrulhado e o sorteio pode ser feito na hora ou pode-se mesclar com a brincadeira do amigo secreto ladrão onde as pessoas roubam os livros mas sem ver os títulos, apenas vendo as embalagens.

Amigo Secreto Sustentável: A ideia é fazer os presente de materiais recicláveis ou comprar produtos que foram feitos a partir desses materiais, uma oportunidade de conscientizar grupos e de economizar com a brincadeira.

Amigo da Onça ou Inimigo Secreto: Essa brincadeira deve ser feita apenas entre pessoas que se conhecem muito bem, pois a ideia é presentear com objetos que aborreçam os amigos, como objetos de times de futebol diferentes, ou para um baixinho dar um banquinho entre outros. Geralmente são presente baratos e essa troca acontece junto com o amigo secreto tradicional.

Amigo Surpresa: Uma versão um pouco diferente da clássica pois os presentes são comprados aleatoriamente e o sorteio é feito no momento da troca, essa opção é para grupos que querem confraternizar mas não tem muito tempo de organizar o sorteio antecipadamente.

10 Dicas de como organizar um evento formal ou informal

evento_pizza

10 Dicas de como organizar um evento formal ou informal

 

  1. Planeje o tema do evento e defina primeiramente o orçamento e depois local e número de convidados
  2. Apenas depois da escolha do tema da festa é que o cardápio e a decoração podem ser definidos
  3. Na hora de definir uma data se possível umas três datas e horários possíveis para conversar com os interessados qual seria a melhor data e horário
  4. Pesquise e compare preços de fornecedores das comidas, bebidas, decoração e lembre-se de informar-se sobre taxas extras como entrega e serviço extras.
  5. Sempre que possível conheça previamente o local e os serviços contratados nem sempre os fornecedores entregam o contratado, valorize o bom atendimento que demonstra a qualidade do atendimento que terá no seu evento
  6. Crie uma lista de convidados e envie os convites com antecedência mínima de um mês para evento formais e 15 dias para eventos mais informais e reservado. Peça confirmação por e-mail ou telefone
  7. Sempre trabalhe com uma margem de erros tanto para orçamento quanto de tempo para execução das etapas para o evento
  8. Para calcular a bebida leve em consideração a temperatura local, no verão se consome mais cerveja (média de 3 garrafas por pessoa) e no inverno vinho (1/2 garrafa por pessoa), refrigerante (500ml por pessoa) e água (200 ml por pessoa)
  9. A quantidade de comida deve ser calculada analisando o número de homens e adolescentes que em geral comem 30% a mais que a mulheres por exemplo.
  10. Organize atrativos para a festa como música, jogos, karaokê que complementem a decoração da festa criando um ambiente aconchegante e divertido

 

Você conhece a origem da cerveja ?

Uma breve história sobre a cerveja

cerveja-origem

A origem da cerveja é atribuída aos sumérios na Mesopotâmia por volta de 6.000 A. C, por um acaso eles perceberam que a massa do pão quando molhada fermentava e por isso alguns apelidaram de “pão líquido”. O nome da bebida foi dada pelos romanos em homenagem a Deusa Ceres, deusa da agricultura e da fertilidade mas, por muitos anos os povos gregos e romanos preferiram o vinho e a cerveja e assim bebida se estabeleceu como bebida das classes menos favorecidas.

Somente na idade média ela ganhou as características que conhecemos atualmente, os gauleses passaram a fabricala com o Malte e os monges acharam no lúpulo um conservante natural. Nessa época ela foi usada como mercadoria e forma de pagamento de impostos.

Antigamente o processo de fabricação era feita em sua maioria em padaria, onde deixava-se a cevada de molho até germinar, depois se faziam bolos e paes que eram assados parcialmente e depois eram colocados em pedaços em jarras de água para fermentar, esse método ainda existe no Egito e a cerveja tem o nome de Bouza.

Foram muitos cervejeiros e cientistas responsáveis pela evolução da cerveja, antes acreditava-se que cada cervejeiro tinha uma formula especial, um ingrediente secreto para personalizar a bebida e com a evolução da ciência e tecnologia descobriu-se que parte desse sabor vinham da deterioração dos equipamentos por microrganismos existentes na água, no ar e nos equipamentos, ou seja a falta de higiene mesmo.

Existem alguns países que se destacam na fabricação da bebia como a Alemanha que em 1516 criou a Lei Alemã da Pureza, que regulamentou os processos de manufatura e definiu que os únicos ingredientes aceitos em sua fabricação seriam: água, malte, lúpulo e levedura.

No Brasil a bebida demorou a ser introduzida porque os portugueses temiam perder o mercado de venda de seus vinhos e só em 1808 com a mudança para uma nova colônia a cerveja foi apresentada ao tupiniquins e depois a Inglaterra é que criou o primeiro mercado de vendas de bebida.